‘BBB 22’: Vyni fala que pastor o condenou ao inferno e que isso machuca até hoje – Blotz – Site de notícias para você ficar bem informado.
Site Overlay

‘BBB 22’: Vyni fala que pastor o condenou ao inferno e que isso machuca até hoje

Na tarde dessa última terça-feira, no decorrer de um bate-papo com os colegas de confinamentos, Eslovênia e Rodrigo, o integrante do grupo Pipoca do BBB 22, Vyni, não conseguiu segurar as lágrimas, ao trazer a mente aos preconceitos que enfrentou dentro da igreja. Em um desabafo emocionante, o brother falou sobre os preconceitos e piadinhas que ouvia dos pregadores da igreja que ele frequentava.

“Eu fui da igreja por escolha. Fui do grupo de artes, coroinha, pregador de grupo de oração e eu cantava na igreja. Só que, conforme foi passando o tempo e eu fui percebendo como eu sou, comecei a sentir olhares diferentes pra mim”, desabafou.

Na conversa ele ainda contou aos participantes que certa vez um pastor evangélico o condenou ao inferno. Na oportunidade, ele destacou que se reunia em uma igreja evangélica na cidade onde morava, quando o pastor local afirmou com todas as letras que Deus não aprovava a homossexualidade, e se ele não mudasse, não importaria as boas obras que fizesse, segundo o pastor, ele estaria condenado ao inferno. E isso mexeu muito com o seu psicológico.

“Aquela pessoa que você admirava e pensava: ‘quero ser como aquela pessoa e ir pregar pra várias pessoas’… Simplesmente aquela pessoa chegar pra você e dizer: ‘o que você está fazendo aqui? Nada do que você faça na igreja vai mudar o fato de que você não vai estar no reino dos céus'”, desabafou.

“Até hoje isso me dói. Eu não espero nada de ninguém. Só por isso eu nasci condenado ao inferno?”, indagou. Ao notar que Vyni estava muito abalado, Rodrigo soltou uma palavra de conforto.

“Jesus curava todo mundo sem perguntar, ele só curava por amor, independente de suas escolhas. Não acredite nisso que te disseram, porque, por mais que pregue bem, é um ser humano e Jesus não é isso. Ele te ama incondicionalmente”.