Ex-BBB Amanda faz alerta sobre a doença do silicone: ‘Queria minha vida de volta’ – Blotz – Site de notícias para você ficar bem informado.
Site Overlay

Ex-BBB Amanda faz alerta sobre a doença do silicone: ‘Queria minha vida de volta’

A ex-BBB Amanda Djehdian postou um alerta aos fãs nas redes sociais nesta semana. Ela aproveitou o Dia Internacional de Conscientização da Doença do Silicone para contar sua história.

Destaque do BBB 16, ela viveu um drama após colocar os implantes mamários. Ela teve que passar por várias cirurgias para colocar sua vida de volta nos trilhos.

“Eu como uma mulher explantada, uma mulher que como a maioria nunca foi alertada sobre os riscos de ter um implante de silicone dentro do corpo, por ter sofridos anos sem ter ideia que tudo que tinha de sintomas era devido as próteses, por toda experiência péssima que passei, me sinto na obrigação de contar minha história”, disse ela em um post nas redes sociais.

“Minha experiência com as mulheres que assim como eu, passaram e passam por isso, muitas sem condições de fazer o explante, muitas lutando contra o óbvio, pois infelizmente essa pressão que sofremos, nos fazem algumas vezes preferir ou fingir que estamos bem, por conta do fator estético, eu já passei por isso, mas ao descobrir sobre a doença do silicone, só queria minha vida e saúde de volta!”, lembrou.

Ela pediu mais responsabilidade. “Que bom que os estudos estão avançados e que mais cedo ou mais tarde os mesmos “profissionais” que diz que somos Loucas, temos razão!”, afirmou.
A ex-BBB passou pela cirurgia em dezembro de 2020.

Veja:

https://www.instagram.com/p/CZ7bY45JuwI/

Cobranças

Recentemente, ela desabafou nas redes sociais que nas últimas semanas recebeu muitas mensagens de fãs pedindo que ela se tornasse mãe. Revoltada, ela decidiu rebater as críticas que tem sofrido em todas as publicações que faz. Ela é casada com o empresário Mateus Hoffmann há quase dois anos.

“O que eu fiquei impressionada, foi com alguns comentários (eu apaguei vários) e com mensagens de mulheres, falando esses absurdos. Em pleno 2020, nós mulheres temos ainda a pressão e obrigação em ser mãe, porque estamos casadas, porque estou “velha” para ter filhos, porque meu marido vai me largar se eu não tiver, existe uma imposição ridícula”, diz ela.