Idosa sem dinheiro para tratamento morre aos poucos para o câncer – Blotz – Site de notícias para você ficar bem informado.
Site Overlay

Idosa sem dinheiro para tratamento morre aos poucos para o câncer

A idosa aposentada de baixa renda viu seu cotidiano drasticamente alterado pela doença e está desesperada, sem saber o que fazer para que sua vida volte ao normal. Maria Antonia Pulucena de Sousa, tem vivido seus 54 anos enfrentando combates diários, a mulher está lutando contra um câncer de intestino e revela que a dificuldade é grande e dolorosa.

Antes do câncer, Maria Antônia cuidava de galinhas e da roça no sertão nordestino, agora ela se encontra em Goiânia, quase sempre acamada, com dores excruciantes, e conta com injeções de morfina para aliviar sua aflição.

Ela teve que se mudar para fazer tratamento contra o câncer e aguarda ansiosamente uma resposta do Supremo Tribunal Federal, que ela encaminhou um pedido de ajuda urgente. A mulher quer usar Lanreotida gel diante o tratamento, que custa R$ 4 mil por mês e não é fornecido pelo SUS.

Tenho muito medo de ficar aqui, prostrada, morrendo aos poucos, em cima da cama, sem nem eu nem ninguém poder fazer nada”, desabafou a senhora.

O portal Metrópoles entrou em contato com o STJ, mas foi informado de que “não havia prazo” para decidir o caso, embora a lei afirme que os doentes graves sempre têm prioridade no tratamento do caso.

Dona Antônia disse ao Portal que estava com muito medo de ficar nessa situação, afinal a senhora sente que esta morrendo lentamente e de forma dolorosa, que nada pode ser feito para mudar sua atual situação. Atualmente Maria reside na periferia de Goiânia com um de seus filhos. Ela explicou que a vida tem sido bastante dificultosa, e que sua situação delicada a impede até de comer direito.

Sentindo-se um pouco aliviada por ter sido tratada com morfina em um posto de saúde na última quinta-feira, ela segue sua vida, esperando um dia receber o tratamento orientado pelo Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Goiás.