Mulheres posam de biquini ao lado de viatura da polícia; caso gera revolta – Blotz – Site de notícias para você ficar bem informado.
Site Overlay

Mulheres posam de biquini ao lado de viatura da polícia; caso gera revolta

A Corregedoria da Polícia Civil (CGPOL), por meio de nota pública divulgada no último domingo (27), informou a instauração de inquérito interno com o objetivo de apurar o contexto de uma imagem que viralizou nas redes sociais, na qual três mulheres posam ao lado de um veículo corporativo.

Antes da fotografia ser tirada, a placa do veículo estava coberta, o que dificulta a identificação dos envolvidos. As mulheres aparecem de biquíni e não tiveram suas identidades divulgadas até o momento.

Informações preliminares indicam que a foto foi publicada em um perfil do Instagram, sendo deletada horas depois da repercussão negativa do caso. A Polícia Civil condenou o ato e ressaltou que os responsáveis, quando identificados, podem enfrentar duras sanções administrativas, que podem até levar à demissão do cargo, dada a gravidade da natureza da conduta.

Esta não é a primeira polêmica envolvendo mulheres com a Polícia Civil do Rio de Janeiro. No dia 23, a CGPOL concluiu o caso da mulher fotografada sem roupa dentro das dependências da 129ª Delegacia de Polícia de Iguaba Grande. As fotos foram tiradas em setembro de 2021 e, segundo a conclusão, tratava-se da esposa de um policial do próprio distrito.

O casal esperou até que o movimento na unidade diminuísse antes que as fotos fossem tiradas. Nesse momento, o casal começou a tirar as fotos em uma espécie de ensaio fotográfico, com a mulher andando pelas dependências do local e posando ao lado de um carro estacionado na porta da delegacia.

No ano passado, a CGPOL abriu um procedimento para investigar imagens que viralizaram na internet de uma mulher nua dentro da 129ª DP (Iguaba Grande), localizada na Região dos Lagos. A investigação apurou que a mulher é acompanhante de um inspetor da corporação que trabalha na unidade. As imagens que viralizaram na internet em setembro do ano passado faziam parte de um sonho da menina, que dizia ter fetiche em fazer sexo em repartições públicas. O policial continua afastado de suas funções.

De acordo com as investigações, o casal teria esperado um horário menos movimentado durante o turno em que o policial estava de plantão no distrito para tirar as fotos. Uma das imagens mostra a mulher totalmente despida saindo de um carro estacionado na porta da 129ª DP. Em seguida, ela também aparece subindo uma escada na delegacia.

Ainda de acordo com o procedimento, as fotos vazaram porque os dois as encaminharam para um grupo de WhatsApp swing (troca de casais) do qual fazem parte e alguém as compartilhou em outras conversas por meio do aplicativo. Em poucas horas, as imagens se tornaram virais nas redes sociais, que serviram de base para a instauração da investigação.

A esposa do inspetor sai pelada de uma viatura da Polícia Civil Foto: Agência O Globo